A segunda temporada de Riverdale foi repleta de reviravoltas!

E enquanto estávamos emocionados ao ver Cheryl Blossom oficialmente abraçar seu status como a mais nova integrante das Southside Serpents ao lado de sua namorada, Toni Topaz, ficamos surpresos ao ver que uma certa cena de Choni havia sido cortada do final.

Depois que a estrela de Riverdale, parou no Sweetwater Secrets – série do YouTube do ET centrado em Riverdale – no mês passado, a atriz de 23 anos previu para as câmeras que Cheryl e Toni estariam dando um grande passo adiante no relacionamento.

“Eu acho que na medida em que está planejado, [Cheryl] e Toni estarão morando com Nana Rose.”, a bela ruiva respondeu quando perguntada sobre a situação de Cheryl depois de se tornar oficialmente emancipada no final.

“Quando [os escritores de Riverdale] falaram, ‘Toni está indo morar com Cheryl’, eu fiquei tipo, ‘Simmm! Eu vivo!” Petsch acrescentou com um sorriso tímido. “Eu gostaria que você pudesse ler o roteiro original porque era ‘Cru!'”

Então, o que exatamente era este momento histórico deveria parecer? A própria Toni Topaz, a atriz Vanessa Morgan, tem a nossa resposta!

“Bem, o momento que foi cortado do episódio foi eu apenas chegando em sua casa – na minha moto, é claro”, Morgan falou ao ET na semana passada depois de gravar seu episódio ao vivo de Sweetwater Secrets da Semana. “E eu fui até a porta com a minha bolsa e apenas sorria para ela. E então ela diz: ‘Bem vindo ao lar!’ mas nós não acabamos mantendo isso. ”

Droga – isso parece adorável em todos os sentidos!

Para entender por que esse momento Choni digno de desmaiar foi cortado do final da segunda temporada, o ET ligou para o showrunner de Riverdale, Roberto Aguirre-Sacasa, e pediram que ele revelasse os detalhes dos bastidores.

“No final de temporada, sempre escrevemos muito, mas no final temos que deixar algumas [cenas] para trás por razões de tempo”, explicou Aguirre-Sacasa antes do episódio final.

“Por exemplo, no final da primeira temporada, tínhamos filmado que os Coopers iriam adotar Jughead. Filmamos essa cena e acho que acabou no DVD, não me lembro. Acabamos cortando isso em parte por razões temporais e também porque queríamos ver quais seriam os traços para a segunda temporada”, ele compartilhou. “Se nós vamos contar a história, a primeira coisa que teria acontecido na segunda temporada teria sido que Jughead foi morar com Betty – então a mesma coisa aconteceu com Cheryl e Toni.”

“Eu vou te dizer, e eu vou deixar todos os fãs de Choni saberem que eu sou o maior fã de Choni”, enfatizou o criador de Riverdale. “Se as cenas não chegarem ao corte final, elas estarão no DVD e tentaremos lançá-las e posso prometer que há grandes histórias pela frente para a Choni.”

Apesar da mudança de planos, Morgan explicou que ela realmente acha que é uma “grande ideia” que esse momento de Cheryl e Toni tenha sido deixado de fora do final. “Isso nos dá a terceira temporada para explorar ainda mais o relacionamento, em vez de ficarmos super sérios cedo demais e nos mudarmos juntos”, disse ela. “Você sabe, [algo assim] poderia trazer coisas ruins para um casal tão novo.”

“Eu realmente acho que estamos salvando tudo de Choni para a terceira temporada, eu realmente acho – é o que eu tenho dito de qualquer maneira”, continuou Morgan. “Então, estou ansiosa para ver a terceira temporada”

Riverdale retornará com a terceira temporada ainda essa ano.

Fonte © Tradução/Adaptação: Riverdale Brasil – Não reproduza sem os créditos.

Fiquem ligados aqui no Riverdale Brasil e em nossas redes sociais no TwitterFacebookInstagram e no YouTube para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Riverdale.

O episódio musical de Riverdale sempre seria um grande evento. Quero dizer, Kevin Keller decide realizar uma produção no palco de Carrie: o Musical e escolhe o grupo mais disfuncional de amigos e amigos-inimigos como suas estrelas? Mas, alguns fãs da série de sucesso provavelmente anteciparam o final bombástico que o episódio entregou. Não, nós não descobrimos, de repente, que Archie é um ótimo cantor. O Black Hood – ou alguém se passando por ele – está de volta…

… e Midge Klump foi assassinada.

“Havia barulho sobre alguém ser assassinado, então eu falava: Ooh, me pergunto quem será,” diz Emilija Baranac, que interpreta a estudante de Riverdale High, para Teen Vogue sobre receber o roteiro para o musical pela primeira vez. Mas mesmo quando ela descobriu a verdade sobre o destino de Midge – ser pendurada em um dos adereços de palco do Sr. Andrews por facas – a realidade desse novo desenvolvimento não foi compreendida imediatamente. A cena é tão dramática e cheia de suspense, você pode culpa-la?

“Eu li a cena e, honestamente, eu falei, Uau, isso é bom,” ela lembra. “E então demorei um segundo para perceber, Espera, essa sou eu. Eu vou passar por isso. Definitivamente me pegou de surpresa. O jeito que eu vou embora é um ótimo jeito de ir.”

Para recapitular, caso você ainda esteja de boca aberta: Midge assumiu o papel de Carrie White quando a mãe de Cheryl Blossom a proibiu de interpretar o papel principal. Ainda assim, na noite de estreia da peça, as cortinas abrem e Alice Cooper (que interpreta a mãe puritana de Carrie), se vira para encontrar o corpo de Midge e uma nota do Black Hood, ostensivamente escrita com o sangue dela. Não é claro quem o fez – embora Ethel Muggs pareça muito astuta durante o episódio – mas o que fica claro é o, muito compreensível, terror da plateia. 

A cena é gráfica e foi feita 100% pela mágica da TV, obviamente, e Emilija diz que ela “se sentiu muito segura” enquanto fazia. “Eles me colocaram em arreios que me seguravam para cima, contra a parede,” ela explica. “Quando eles colocaram as facas presas nos arreios, foi um momento surreal, e então teve o sangue… No começo foi um pouco, Meu Deus, como que isso está acontecendo? O que é isso que está acontecendo?”

Se atuar uma cena de assassinato não foi assustadora por si só, Emilija diz que cantar no episódio foi. “Eu estava muito assustada quando descobri que íamos fazer um episódio musical, porque eu não tenho nada sobre teatro ou musicais no meu passado,” ela explica. “Eu fiz balé enquanto crescia, mas era um tipo de coreografia muito diferente. Mas muitos do elenco estavam no mesmo barco. Do tipo, Nós podemos fazer isso?” Ela dá créditos aos coreógrafos e a camaradagem do elenco pela ajuda em passar pelos ensaios e filmar, resultando no que ela chama de “uma experiência muito legal.” 

Ainda assim, não importa o quão boa foi a experiência, ainda havia os adeus para dar. “Todos estavam tristes ao ver o que aconteceu com Midge,” Emilija fala sobre as reações de seus colegas de elenco. “Eu sinto que Midge é uma personagem que a maioria das pessoas gosta. Eu esperava que Midge tivesse um arco maior, especialmente depois do episódio que Kevin, Moose e Midge têm aquela conversa estranha na lanchonete. Eu estava esperando que, talvez, Riverdale fosse explorar mais essa relação. É triste pela Midge, mas foi o que era certo para sua história.”

Embora fosse um personagem secundário, a presença de Midge foi forte durante a segunda temporada. Afinal de contas, ela estava no carro com Moose Mason quando o Black Hood estava em sua fúria; ele pareceu marca-los como um alvo por combinar os pecados de consumir jingle-jangle e estarem juntos na floresta tão tarde da noite. E porque Riverdale é nada se não confuso, Kevin encontra eles, o que foi uma circunstância estranha pela atração mutua entre os garotos – que tem sido uma linha de história subcorrente por quase toda a série. Kevin e Moose, se você não se lembra, encontraram o corpo de Jason Blossom no Rio Sweetwater quando iam nadar nus juntos. “Eu acho que Midge meio que sentiu que algo acontecia com Moose,” Emilija acrescenta.

“Mesmo quando ela estava pegando o jingle-jangle do Moose, era ela tentando se conectar com ele e fazer com que se aproximassem,” a atriz nota sobre o que era o casal menos volátil de Riverdale High, apesar do triângulo amoroso. “O amor dela por ele é tão profundo. Ela é a maior torcedora de Moose. Está sempre lá por ele.”

Ela poderia continuar presente pelo Moose, como um tipo de fantasma? Afinal, Trevor Stines interpretou Jason Blossom durante toda primeira temporada. “Eu espero que sim. Iria amar isso, amaria voltar,” Emilija diz. Ela dá créditos pela sua experiência ao elenco e a equipe que a fizeram sentir instantaneamente bem-vinda – assim como alguns momentos divertidos no set de filmagens.

“Eu realmente vou sentir falta da peruca!” ela exclama. Embora ela diga que “não reconhecia a pessoa que estava no espelho” quando ela colocou pela primeira vez o cabelo preto e curto da personagem, ela começou a ama-lo. “Foi muito divertido, na verdade; as pessoas se apresentavam duas vezes para mim no set de filmagens, quando eu tirava a peruca. Eles não me reconheciam.”

Claro, a morte de Midge irá, provavelmente, criar uma onda de novas teorias vindas dos fãs, como a maioria das linhas de história de Riverdale são capazes de fazer. Emilija diz que lê algumas das teorias que a marcam no Instagram e acrescenta, “Eu fico realmente impressionada. Há fãs muito fieis, e é animador que eles estejam tão imergidos no mundo de Riverdale. Faz com que o que estamos fazendo valha a pena. Se eles estão interessados, estamos fazendo nosso trabalho direito. Mas eles são muito bons com suas teorias.”

Incluindo a conta do Instagram @confessionsof_riverdale, que relembrou uma frase crucial de Kevin Keller no começo da temporada, que previu que a noite iria acontecer. “Eu tenho uma teoria sobre quem irá morrer no episódio musical,” eles escreveram. “No episódio 3, Kevin diz: Era completamente Carrie, Midge coberta no sangue de Moose, gritando como uma Banshee. Então acredito que Midge morre, porque ela é a atriz substituta para Carrie.”

🍬What do you think? — — 🍬my theory

Uma publicação compartilhada por Riverdale Confessions 😶 (@confessionsof_riverdale) em

Emilija apenas conseguiu dizer que “é possível que poderia ter sido prenunciado. Isso foi muito inteligente,” sobre os fãs que colocam as peças juntas no quebra-cabeça. “É muito impressionante.”

Fonte © Tradução/Adaptação: Riverdale Brasil – Não reproduza sem os créditos.

O episódio “Primary Colors” de ‘Riverdale’ vai ao ar hoje à noite às 21h40 na Warner Channel.

Fiquem ligados aqui no Riverdale Brasil e em nossas redes sociais no TwitterFacebookInstagram e no YouTube para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Riverdale.

ALERTA DE SPOILER! Este post contém o enredo do episódio 18 “Chapter 31: A Night to Remember”.

Não há como Kevin prever o final do musical em assassinato, mas, novamente, é o que acontece quando o Black Hood retorna dos mortos.

Durante o episódio musical altamente antecipado de Riverdale, os estudantes do ensino médio – e Alice – se uniram para montar uma produção de Carrie: O Musical. Houve duetos. Houve sangue. E, na noite de abertura, houve um assassinato. Só que a última coisa não foi roteirizada.

No meio de uma cena, Alice se virou no palco para descobrir que Midge, que estava interpretando Carrie, havia sido morta. E havia uma mensagem ao lado de seu corpo: “Estou de volta dos mortos. Todos aqueles que escaparam de mim antes morrerão.” A mensagem, escrita em sangue, foi assinada por ninguém menos que o Black Hood. Isso significa que um serial killer está novamente à solta em Riverdale. “Os primeiros 9 episódios foram muito pesados e, na segunda metade da temporada, houve outras histórias que estiveram na vanguarda, mas o Black Hood tem estado borbulhando por baixo”, disse o showrunner Roberto Aguirre-Sacasa ao EW. “O Black Hood nos leva de volta aos últimos quatro episódios, onde a ameaça é imediata. Isso nos traz um círculo completo não apenas para o começo da 2ª temporada, mas realmente para a 1ª temporada.”

Quanto ao que vem a seguir, Aguirre-Sacasa diz: “O musical é de alto risco, mas para os quatro episódios depois, é como se seu pé estivesse no acelerador e as coisas estivessem acontecendo tão rápido. O Black Hood está de volta e com raiva.”

A segunda temporada de ‘Riverdale’ vai ao ar nas quartas-feiras às 21h40 na Warner Channel.

Fiquem ligados aqui no Riverdale Brasil e em nossas redes sociais no TwitterFacebookInstagram e no YouTube para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Riverdale.

O mistério do Black Hood não acabou em Riverdale.

Os moradores de Riverdale começaram a respirar mais facilmente depois que o Black Hood foi morto durante o final da metade da temporada, mas de acordo com o produtor executivo Roberto Aguirre-Sacasa, o verdadeiro assassino está vivo e passa bem.

“Quando começamos, tínhamos três prováveis suspeitos, então, na primeira metade da temporada, estávamos sempre jogando uma distração, para que pudéssemos escolher [um dos três]”, disse Aguirre-Sacasa durante o painel de Riverdale no PaleyFest. “Quando nos avançamos para a segunda metade, e voltamos ao Black Hood nos últimos episódios, sempre soubemos que não era Svenson, mas nos últimos 10 episódios, mais ou menos, tivemos uma ideia bastante clara e tenho escrito para isso.”

Como os fãs vão lembrar, o final da metade da temporada “Silent Night, Deadly Night” viu o Black Hood aparentemente baleado e morto pelo xerife Keller (Martin Cummins), que então o desmascarou para revelar o zelador da escola, Sr. Svenson. Apesar da aparente resolução do mistério, o episódio terminou com Betty Cooper (Lili Reinhart) tentando queimar sua evidência do Black Hood, embora ela tenha tirado o capuz do fogo e o guardado. Foi uma cena que levou alguns fãs a se perguntarem se Svenson era o verdadeiro assassino, um sentimento que o próprio Archie (KJ Apa) repetiu mais tarde, perguntando o que ele acreditava ser um agente do FBI que ele achava da situação.

Aguirre-Sacasa revelar que o Black Hood ainda não foi desmascarado é a confirmação de algo que a estrela da série, Reinhart, disse a Glamour no ano passado. Naquela entrevista, Reinhart admitiu que ela não achava que o mistério tivesse sido resolvido.

“Eu vi tantas teorias de quem as pessoas pensam que é, mas eu sinceramente não sei!” disse Reinhart. “Eu não acho que o mistério tenha sido resolvido ainda.”

Com o mistério do Black Hood oficialmente não resolvido, os fãs sem dúvida voltarão às suas teorias sobre quem realmente é o assassino e tentarão descobrir as coisas. O pai de Betty, Hal Cooper (Lochlyn Munro) tem sido uma escolha popular desde a estréia da temporada, embora os fãs considerem Chic (Hart Denton) e até mesmo o Serpente Tall Boy (Scott McNeil) como suspeitos para o homem responsável por atirar Fred Andrews (Luke Perry), atacando Moose e Midge, além de matar Geraldine Grundy e o professor Robert Philips, que se tornou traficante de drogas. Quanto a quem é o verdadeiro assassino? Os fãs terão que continuar sintonizando para descobrir.

A segunda temporada de ‘Riverdale’ vai ao ar nas quartas-feiras às 21h40 na Warner Channel.

Fiquem ligados aqui no Riverdale Brasil e em nossas redes sociais no TwitterFacebookInstagram e no YouTube para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Riverdale.

Recentemente, a Warner Bros. TV e a CW anunciaram que os estudantes de Riverdale High montariam uma produção de Carrie: O Musical em um episódio do drama da CW.

O anúncio em si veio como um comunicado de imprensa no universo ostensivamente do departamento de drama de Riverdale e Lodge Industries – e então veio uma lista de elenco, também feita em um estilo viral/no universo, que mostrou o papel e as qualificações de cada aluno.

Você pode conferir a lista de elenco – que é perfeita para anotações, por isso vamos deixá-la sem edição, exceto por algumas pequenas formatações – abaixo:

Archie Andrews (Tommy Ross) pode estar fazendo sua estreia no teatro em Carrie: O Musical, mas certamente não é sua primeira performance no palco! Archie é um ávido músico e cantor/compositor, animado para explorar seu lado dramático. Ele gostaria de agradecer a sua namorada, Veronica, por sempre estar lá e seu pai, Fred Andrews, por ajudar a construir e montar os cenários.


Betty Cooper (Sue Snell) geralmente passa seu tempo como jornalista adolescente de Riverdale, mas entre as notícias, ela está animada por fazer parte de Carrie: O Musical, atuando ao lado de sua mãe, Alice Cooper. Parabéns ao seu melhor amigo de longa data, o diretor Kevin Keller, por perceber sua visão e muito amor ao namorado dela, Jughead Jones. #bugheadforever


Veronica Lodge (Chris Hargensen) nasceu e foi criada na cidade de Nova York, a poucos quarteirões da Broadway, e foi mordida pelo inseto teatral em uma idade precoce. Seus papéis anteriores incluem Evita em Evita, Velma em Chicago e Maria em West Side Story na Spence Prep School. Ela está animada para fazer sua estreia na Riverdale High em Carrie: O Musical. Ela gostaria de agradecer aos pais pelo amor e apoio às artes.


Reggie Mantle (Billy Nolan) escolheu enfeitar o palco com seus imensos talentos para música e dança. Ele gostaria de agradecer a seu pai por permitir que ele pulasse alguns turnos na concessionária para ensaiar, e sua mãe pelas pizzas. “Eu sou um cachorro louco cuja única preocupação é ganhar.” – Charles Barkley


Cheryl Blossom (Carrie White) é a super animada para interpretar o ícone cult e o papel de protagonista em Carrie: O Musical. Ela gostaria de agradecer ao elenco e à equipe por seu amor e adoração, e enviar um grande beijo para [Toni]. Ela dedica sua performance a Jay Jay, com amor e lembrança. Siga-a no Twitter @cherylbombshell.


Alice Cooper (Sra. White) está fazendo seu grande retorno ao palco em Carrie: O Musical. Depois de dedicar sua vida ao jornalismo e à família, a Sra. Cooper está feliz em tirar um tempo para si e mergulhar de volta no teatro (ela começou na Riverdale High!). Ela está animada por compartilhar essa experiência com sua filha, Elizabeth Cooper.


Jughead Jones (The Beak/Diretor de filmagem) gostaria de dedicar isso à liberdade da Primeira Emenda e ao seu pai, FP Jones.


Josie McCoy (Miss Gardner) é uma pop star local e ex-vocalista da lendária banda Josie and the Pussycats. Josie está feliz em ajudar seu colega de classe Kevin emprestando sua proeza vocal para Carrie: O Musical, e se sente muito feliz por fazer um papel que já foi interpretado pelo inimitável Darlene Love. O álbum solo de Josie será provisoriamente lançado no iTunes no final de 2018. Amor e apoio a sua mãe, Sierra McCoy, por todo seu amor e apoio.


Toni Topaz (Norma) está super empolgado por fazer parte de um legítimo extracurricular. Ela está ansiosa para ver [Cheryl], dar um desempenho muito bom e gostaria de agradecer ao elenco e à equipe por todo o apoio deles, porque aparentemente é isso que as pessoas fazem nessas coisas.


Ethel Muggs (Helen) é uma veterana do teatro de Riverdale High e está muito animada para finalmente interpretar uma personagem com um nome… e no seu musical favorito de terror, Carrie: O Musical! Parabéns para sua família Carrie e muito obrigado a Kevin por ter tido uma chance sobre ela. Te amamos, mamãe e papai!


Kevin Keller (Diretor) está além do êxtase para finalmente compartilhar sua visão de Carrie: O Musical com Riverdale. Como um fã ao longo da vida do teatro musical, é um sonho tornado realidade para o Sr. Keller estar fazendo história na Riverdale High com uma produção tão transgressora. Ele gostaria de agradecer a Stephen King, os escritores do musical, seu incrível elenco e equipe, e Idina Menzel. #desafiandoagravidade


Midge Klump (Figurante), uma das integrantes do programa de verão da Comunidade de Teatro de Riverdale nas últimas duas temporadas, está na lua para fazer parte de sua primeira produção na Riverdale High. Midge gostaria de dedicar sua performance para seu namorado e salva-vidas literal, Moose Mason. Te amo para sempre, Baby!


Moose Mason (Figurante) é um linebacker do time de futebol Riverdale High Varsity (vai ‘Dogs!). Ao crescer, ele aprendeu a cantar ouvindo e imitando os antigos discos de Sinatra de seu pai. Ele nunca pensou que faria um musical, mas agora que ele abandonou essas muletas, ele está pronto para subir nesse palco!


O episódio musical de ‘Carrie’ vai ao ar em 18 de abril às 21h40 na Warner Channel.

Fiquem ligados aqui no Riverdale Brasil e em nossas redes sociais no TwitterFacebookInstagram e no YouTube para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Riverdale.

Na semana passada, em Riverdale, Cheryl Blossom ficou chocada ao descobrir que seu falecido pai tinha um irmão gêmeo, Claudius. No entanto, tio Claudius pode não ser quem ele diz ser.

Spoilers do episódio de ontem de Riverdale, “Chapter Twenty-Nine: Primary Colors”, abaixo.

O episódio da semana passada apresentou Cheryl (Madelaine Petsch) e os espectadores de Riverdale a Claudius Blossom (Barclay Hope), irmão gêmeo de Clifford Blossom. A trágica história de Claudius também foi revelada quando ele explicou que, em seu aniversário de 14 anos, Clifford ameaçou Claudius com um fuzil. Clifford disse a Claudius –– que estava na fila para herdar o negócio dos Blossom –– sobre a maldição da família, onde um gêmeo mata o outro. Claudius aparentemente estava tão aterrorizado por seu irmão que fugiu de casa imediatamente, para não ser visto novamente até o dia em que a vontade secreta de Clifford fosse lida.

É uma revelação surpreendente, mas tudo isso poderia ser um truque? Claudius poderia realmente ser Clifford Blossom?

Isso pode ser possível. Apesar de ter ido embora por tanto tempo, Claudius desliza de volta para a família. Em vez de suspeitar dele, até mesmo a mãe de Cheryl, Penelope (Nathalie Boltt), está planejando com ele para eliminar tanto Nana Rose quanto Cheryl para que eles possam receber suas heranças. Com Penelope há muito tempo sendo uma figura sombria em Riverdale, seria fácil descartar o comportamento de Penelope sendo uma oportunista, mas o episódio desta semana pode sugerir que Claudius não é o estranho que ele apresenta ser. Durante a festa do pijama de Cheryl, o silêncio da noite é interrompido quando Nana Rose cai misteriosamente pelas escadas em sua cadeira de rodas, quase morrendo. Quando Claudius e Penelope conversam com a polícia, Cheryl observa que o tio dela está com o pijama do pai.

Enquanto isso irrita Cheryl, vale a pena notar o quão estranho parece. Alguém poderia supor que Claudius chegou em Riverdale com suas próprias roupas e não precisaria se vestir com o pijama de seu falecido irmão. Mas se Claudius é realmente Clifford, faria sentido que ele voltasse a usar suas próprias coisas. Também explica um pouco como Claudius sabia sobre a leitura do testamento, em primeiro lugar. O testamento era supostamente secreto, e o advogado teria que procurar vários parentes para ir à leitura. Mas Claudius deixou Riverdale sem deixar vestígios anos atrás. É improvável que ele tenha mantido contato com alguém se temesse por sua vida, então como o advogado o encontrou?

Sua conspiração com Penelope também pode ser um indício de que Claudius é realmente Clifford. Se Clifford encenou sua própria morte para evitar enfrentar a justiça por seus crimes, Penelope provavelmente soube do plano de longo prazo e simplesmente esperava que ele voltasse, apesar do fato de ela ter iniciado um novo relacionamento com Hal Cooper (Lochlyn Munro). Penelope continuando a conspirar com Clifford corresponderia ao que Boltt disse ao ComicBook.com em uma entrevista recente sobre a necessidade de Penelope de ser a rainha de Riverdale.

“Ela precisa sentir-se poderosa, e acho que a segunda temporada tem… quero dizer, começar a ser queimada como uma batata frita foi um pouco de golpe para a personagem e, depois, Cheryl meio que tem seu poder sobre ela também,” disse Boltt. “Não ter mais a Thornhill [mansão dos Blossom], acho que Penelope tomou muitos golpes, e ela está tentando desesperadamente recuperar, e então eu gostaria que Penelope encontrasse uma maneira realmente estranha e inesperada de exercer seu poder sobre Riverdale novamente. Ela precisa ser uma rainha, mesmo que seja uma rainha retorcida e assustadora.”

E quanto ao motivo pelo qual Clifford iria encenar sua própria morte? Não é totalmente fora do personagem. A ideia de que o Clifford adolescente teria poupado seu irmão parece um pouco estranha, considerando que Clifford assassinou seu próprio filho. Clifford pode muito bem ter matado o verdadeiro Claudius, ter descartado o corpo no rio Sweetwater, encenado a fuga do irmão e ter usado essa oportunidade como parte de um longo jogo para garantir que ele não enfrentaria nenhuma punição por seus crimes, nenhum deles, e ainda mantém seu controle da fortuna Blossom.

Desonesto? Absolutamente. Mas em Riverdale, tudo é possível.

A segunda temporada de ‘Riverdale’ vai ao ar nas quartas-feiras às 21h40 na Warner Channel.

Fiquem ligados aqui no Riverdale Brasil e em nossas redes sociais no TwitterFacebookInstagram e no YouTube para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Riverdale.

Pular para a barra de ferramentas