O ator Luke Perry, conhecido por seus papéis em “Beverly Hills 90210” e “Riverdale”, morreu na segunda-feira depois de sofrer um grave derrame na quarta-feira. Ele tinha 52 anos.

“[Perry] estava cercado por seus filhos Jack e Sophie, a noiva Wendy Madison Bauer, a ex-esposa Minnie Sharp, a mãe Ann Bennett, o padrasto Steve Bennett, o irmão Tom Perry, a irmã Amy Coder e outros parentes próximos e amigos” seu representante disse em um comunicado. “A família aprecia o derramamento de apoio e orações que foram estendidas a Luke ao redor do mundo, e respeitosamente pedem privacidade neste momento de grande luto. Nenhum detalhe adicional será divulgado neste momento.”

Nascido em Mansfield, Ohio, Perry mudou-se para Los Angeles depois do ensino médio para prosseguir atuando. Sua carreira na TV começou quando ele tinha 16 anos, e o ator começou a atuar em novelas como “Loving” e “Another World” da ABC, e fazendo trabalhos de voz para séries animadas como “O Incrível Hulk” e “Esquadrão Marte/Os Ratos Motoqueiros de Marte.”

No entanto, em 1990, Perry tornou-se um nome familiar para interpretar o solitário Dylan McKay no drama adolescente de sucesso “Beverly Hills, 90210” na Fox. A série se tornou um fenômeno, catapultando Perry para o status de ídolo adolescente.

Perry teve duas exibições em “90210”, uma de 1990 a 1995 e outra de 1998 até o final da série em 2000, período em que seu personagem lutou contra o abuso de álcool e drogas e passou por uma série de relacionamentos tumultuados com vários outros personagens incluindo Brenda (interpretada por Shannen Doherty) e Kelly (interpretada por Jennie Garth).

Coincidentemente, Perry foi hospitalizado no mesmo dia que a Fox anunciou um revival de seis episódios da série, com os membros do elenco Jason Priestley, Jennie Garth, Ian Ziering, Gabrielle Carteris, Brian Austin Green e Tori Spelling. Perry não tinha sido anunciado para retornar.

“Luke sempre fará parte da família Fox. Nossos pensamentos e orações estão com seus entes queridos durante este período extremamente difícil. Ele fará muita falta”, disse a Fox Entertainment em um comunicado.

Ele co-estrelou, contracenando com Kristy Swanson, no filme “Buffy: A Caça-Vampiros“, de 1992. Enquanto atuava em “90210”, Perry fez uma breve aparição como Billy Masterson no filme de ficção científica de Luc Besson “O Quinto Elemento” em 1997. Ele co-estrelou a peculiar série da HBO de 2007, “John From Cincinnati“, e teve papéis recorrentes em séries como “Jeremiah“, “Oz” e “What I Like About You“.

Mais recentemente, Perry fez um retorno bem sucedido ao gênero de drama de TV com um papel regular na série da CW, Riverdale. Ele interpretou Fred Andrews, o pai conservador, antiquado e suave do líder da série, Archie Andrews (KJ Apa).

Os escritores da série estavam entre os que foram às mídias sociais para homenagear Perry.

“Luke Perry… você era uma alma alegre e vibrante. Você fará falta, mas certamente seu legado será lembrado para sempre. Descanse em paz e amor, amigo”, dizia um post da sala dos escritores.

A Netflix também divulgou um comunicado à Variety, dizendo que o desempenho de de Perry em Riverdale “deixou uma impressão nos telespectadores ao redor do mundo.”

“Estamos tristes de saber da morte de Luke Perry. Luke deixou uma impressão nos telespectadores ao redor do mundo através de seu trabalho em “Riverdale”, e este é um dia muito triste tanto para seus fãs quanto para nossa equipe que trabalhou em estreita colaboração com ele. Nossos corações vão para sua família e amigos”, dizia a declaração.

Perry aparecerá postumamente em Era Uma Vez em Hollywood, de Quentin Tarantino, interpretando o ator americano-canadense Wayne Maunder, que estrelou o programa de TV da CBS Western, “Lancer.”