Kevin Keller

Casey Cott diz que Kevin está em direção à um caminho “perigoso” na 2ª temporada

ELE ESTÁ PROCURANDO POR AMOR EM TODOS OS LUGARES ERRADOS

Você acha que conhece Kevin Keller, mas você não faz ideia. Claro, você pode conhecê-lo como o “melhor amigo gay” de Betty ou a única pessoa em Riverdale High que pode rebater os comentários perfeitos de Cheryl Blossom, mas prepare-se para ver um novo lado de Kevin no episódio desta quarta-feira (25), “Chapter Sixteen: The Watcher in the Woods”

Para o ator Casey Cott, que foi promovido a um personagem regular antes da segunda temporada de Riverdale, a expansão do papel de Kevin significou finalmente explorar o personagem em um nível mais pessoal. Quem é ele quando ele não está fazendo referências obscuras de cultura pop com Veronica? Ou embrulhado na órbita ocasionalmente sufocante de Betty Cooper?

“Você vê o que está borbulhando dentro dele desde a primeira temporada”, disse Cott à MTV News por telefone. “Ele tem estado solitário. Ele se sente preso com todas esses relacionamentos insanos ao seu redor. Todos os seus amigos estão namorando uns aos outros, e no final ele está apenas sentado lá, observando tudo se revelando e pronto para algo próprio”.

De acordo com Cott, isso leva Kevin a tomar algumas decisões muito “selvagens e perigosas” no episódio centralizado em Kevin. Mas você pode realmente culpá-lo? (Sim, estamos falando com você, Betty.)

Por Kevin, ser o único garoto abertamente gay em Riverdale High tem sido extremamente isolante. No episódio piloto, ele e a estrela do futebol, Moose Mason têm uma tentativa de encontro ao luar na floresta. “Para o registro”, Moose o lembra, “eu não sou gay”. Então, quando Kevin tem seu primeiro amor real, seu namorado acaba por se revelar cúmplice no assassinato de Jason Blossom. E agora ele tem que assistir Betty ficar no mundo da lua por causa de Jughead? Não, obrigado.

“Betty realmente deixou Kevin em suspenso na 1ª temporada”, ele disse. “Ela conseguiu um namorado, e Kevin começou a se sentir sozinho”. Toda essa tensão não-dita entre Kevin e Betty finalmente alcança um ponto de ebulição no “Capítulo Dezesseis”. “É hora de Kevin dizer algo, porque ele estava realmente chateado por um longo tempo”, acrescentou Cott.

Mas Betty não é a única pessoa que Kevin confronta durante o episódio. Ele também vai cara a cara com a escuridão que está se formando sob a superfície perfeita de Riverdale. Com um assassino à solta, é compreensível que todos na cidade estejam no limite. Claro que isso não impede Kevin de se aventurar na floresta para um pouco de diversão.

“Cada personagem tem esse momento estranho onde eles percebem que todos estão em perigo e ninguém está seguro, e esse momento vem para Kevin próximo do final do Episódio 3, quando ele encontra alguém que poderia muito bem ser o Black Hood/Capuz Preto”, provocou Cott . “Isso o afasta de uma situação perigosa”.

Ainda assim, isso necessariamente não detém Kevin de sua busca por conexão humana. “Kevin está claramente pronto e está procurando por amor”, disse ele. “Ele apenas precisa encontrar o lugar certo para encontrá-lo”.

E talvez um encontro à meia-noite, no meio da floresta, não é o lugar para se encontrar amor verdadeiro. (A menos que você seja uma princesa da Disney.) Conhecendo Riverdale, no entanto, é onde se pode encontrar um assassino em série espreitando nas sombras. Corra, Kevin! Corra!

“Kevin sempre se encontra no meio de algo”, disse Cott. “Tenho certeza de que ele estará cercado de muito drama e histeria em todos os momentos”.

E se você é Kevin Keller, você não gostaria de estar em nenhum outro lugar. Ele vive por drama.

Fonte © Tradução/Adaptação: Jessyka CarvalhoRiverdale Brasil – Não reproduza sem os créditos.

A segunda temporada de ‘Riverdale’ vai ao ar nas quartas-feiras às 21h40 na Warner Channel.

Fiquem ligados aqui no Riverdale Brasil e em nossas redes sociais no TwitterFacebookInstagram e no YouTube para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Riverdale.

Arquivado em:
error: Caso queira algum dos nossos textos, envie um e-mail!