Criador de Riverdale fala sobre o futuro do relacionamento de Kevin e Moose

ALERTA DE SPOILEREste post contém o enredo do último episódio  2ª temporada de Riverdale, “Chapter 35: Brave New World”. Leia por sua conta e risco.

Todos os fãs de Riverdale têm um ship com o qual estão dispostos a lutar.

De Bughead a Choni a Varchie, o sucesso da CW está repleto de relacionamentos românticos que inspiram a devoção intensa e criação de GIFs. Mas há um casal de amantes em Riverdale que ainda tem que compartilhar mais do que alguns momentos roubados e olhares sorrateiros: Kevin (Casey Cott) e Moose (Cody Kearsley).

Eles foram um dos primeiros pontapé da série, compartilhando um encontro tarde da noite nas margens do rio Sweetwater no piloto antes de descobrir o cadáver em decomposição de Jason Blossom (Trevor Stines). E desde então, eles compartilharam alguns momentos, mas Moose foi leal à namorada Midge (Emilija Baranac).

Pelo menos, ele foi até o final da segunda temporada, quando um Moose desolado e sofrendo por sua namorada assassinada, encontrou conforto nos braços de Kevin. Moose deu início a um beijo hesitante, que desabrochou em Riverdale (no banheiro do colégio, não menos) quando Kevin retribuiu.

Para o criador e showrunner Roberto Aguirre-Sacasa, foi um momento de duas temporadas em construção. “Eu venho torcendo por Moose e Kevin desde o piloto,” ele diz ao EW.

Enquanto o banheiro masculino não foi abordado novamente no final, Aguirre-Sacasa diz que está ansioso para que o beijo seja mais do que um mecanismo de luto. “Minha esperança é que continue,” ele diz. “Seria bom ver Kevin em um romance novamente. Mas eles têm uma grande nuvem sobre eles, que é a morte de Midge. Que é uma espécie de par para os cidadãos em Riverdale. Mas eu estou torcendo por eles. Espero que seja mais do que apenas um momento de paixão.”

Riverdale retornará para uma terceira temporada no outono.

Fonte © Tradução/Adaptação: Riverdale Brasil – Não reproduza sem os créditos.

Fiquem ligados aqui no Riverdale Brasil e em nossas redes sociais no TwitterFacebookInstagram e no YouTube para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Riverdale.

Arquivado em:

Riverdale retorna ainda esse ano com a 3ª temporada

CW acaba de divulgar a nova grade da fallseason 2018-19 e Riverdale está nela, confirmando o retorno da série com a sua terceira temporada para este ano em 10 de outubro de 2018.

QUARTA-FEIRA

8:00-9:00 PM RIVERDALE

A temporada irá continuar no mesmo dia e horário. No Brasil a série é exibida pela Warner Channel Brasil e deve ter estreia simultânea com os EUA, igual aconteceu na segunda temporada.

Confira o resumo completo sobre toda a segunda temporada.

A segunda temporada de RIVERDALE começou momentos depois do final da primeira temporada, com Fred Andrews (Luke Perry) sendo baleado por um misterioso assaltante em um Gorro Negro – e seu filho Archie (KJ Apa) correndo para salvar a vida de seu pai. Ninguém estava a salvo da ira do Black Hood… exceto Betty (Lili Reinheart), cujo discurso no Jubileu da cidade “inspirou” o Black Hood e fez dela o objeto de sua obsessão assassina. Toda a nossa gangue se uniu para parar o Black Hood, incluindo Jughead Jones (Cole Sprouse), que também se acostumou a uma nova escola e sofreu uma tentativa de fogo para se tornar um membro de direito da gangue de seu pai, a infame Southside Serpentes – até mesmo como FP Jones (Skeet Ulrich) lutou para voltar nos trilhos. Enquanto Archie e Betty lutavam com a “escuridão” que o Black Hood revelou neles, Veronica Lodge (Camila Mendes) concordou em ajudar seu pai Hiram (Mark Consuelos) e a mãe Hermoine (Marisol Nichols) com o “negócio da família,” que puxou ela e Archie em um mundo perigoso de mafiosos e criminosos. Mesmo a estrela em ascensão Josie McCoy (Ashleigh Murray) foi atraída para as manipulações políticas dos Lodges. Enquanto isso, a Rainha Cheryl Blossom (Madelaine Petsch) foi travada em uma luta de poder com sua mãe Penelope (atriz convidada Nathalie Boltt), e encontrou um improvável aliado em Toni Topaz (Vanessa Morgan), uma Southside Serpent, que havia se transferido recentemente para Riverdale High. Além disso, as vidas de Betty e Alice (Madchen Amick) foram viradas de cabeça para baixo quando o irmão de Betty, perdido há muito tempo, Chic (ator convidado Hart Denton) se mudou para a casa dos Cooper. Com as tensões entre o Lado Norte e o Lado Sul em alta – estimuladas por Hiram Lodge com a ajuda de Reggie Mantle (Charles Melton), e intensificadas com o ressurgimento inesperado do Black Hood – uma guerra civil parecia iminente. E, de fato, depois de um breve descanso durante o qual todos se uniram para fazer “CARRIE, o Musical”, dirigido por Kevin Keller (Casey Cott), a Segunda Temporada gerou uma revolta que trouxe o pior (e melhor) de Riverdale e seu cidadãos, e culminou na prisão chocante de um dos nossos principais personagens.

Baseado nos personagens da Archie Comics, RIVERDALE é da Warner Bros. Television e da CBS Television Studios, em associação com a Berlanti Productions, com os produtores executivos Roberto Aguirre-Sacasa (“Supergirl,” “Glee”), Greg Berlanti (“Arrow,” “The Flash,” “Supergirl,” “DC’s Legends of Tomorrow”), Sarah Schechter (“Arrow,” “The Flash,” “Supergirl,” “DC’s Legends of Tomorrow”) e Jon Goldwater (Archie Comics).

© Tradução/Adaptação: Riverdale Brasil – Não reproduza sem os créditos.

Fiquem ligados aqui no Riverdale Brasil e em nossas redes sociais no TwitterFacebookInstagram e no YouTube para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Riverdale.

Arquivado em:

Vanessa Morgan e Charles Melton são promovidos a elenco regular na 3ª temporada

Bom, nós sabemos quais personagens de Riverdale não irão encontrar a morte pelas pelas mãos do Black Hood!

A TV Insider divulgou exclusivamente que Vanessa Morgan (Toni Topaz) e Charles Melton (Reggie Mantle) foram promovidos a regulares para a terceira temporada do drama da CW.

The bodies have certainly been piling up lately, thanks to Riverdale’s unfriendly neighborhood masked killer (who targets one of our favorite locals tonight). So this is  good news for fans of both actors — including showrunner Roberto Aguirre-Sacasa.

Os corpos certamente estão se acumulando ultimamente, graças ao assassino mascarado da vizinhança hostil de Riverdale (que tem como alvo um de nossos moradores favoritos hoje à noite). Portanto, esta é uma boa notícia para os fãs de ambos os atores – incluindo o showrunner Roberto Aguirre-Sacasa.

“Toni Topaz tem sido um personagem inovador para nós desde que Jughead a conheceu na Southside High – e isso graças ao desempenho destemido e vitorioso de Vanessa Morgan”, elogia o produtor executivo, claramente ciente da resposta positiva ao par de Morgan na tela com Cheryl Blossom de Madelaine Petsch. “Estamos muito felizes que as aventuras deste casal favorito dos fãs continuem na terceira temporada. Viva Choni!”

Quanto a Melton, que substituiu Ross Butler, de 13 Reasons Why, Aguirre-Sacasa é igualmente efusivo. “Charles assumiu o papel icônico de Reggie nesta temporada e fez o seu próprio nome”, ele mostra, acrescentando que a reformulação de assumir o papel do encrenqueiro “é sexy e engraçado como o inferno. Ele é um ótimo complemento para a gangue e na terceira temporada, nós estaremos vendo muito mais dele. Todos saúdam Mantle o Magnífico!”

Fonte © Tradução/Adaptação: Riverdale Brasil – Não reproduza sem os créditos.

A segunda temporada de ‘Riverdale’ vai ao ar nas quartas-feiras às 21h40 na Warner Channel.

Fiquem ligados aqui no Riverdale Brasil e em nossas redes sociais no TwitterFacebookInstagram e no YouTube para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Riverdale.

Arquivado em:

Hart Denton fala sobre a cena que o fez “borrifar” sangue por toda parte

ALERTA DE SPOILER! Este post contém o enredo do episódio 19 da 2ª temporada de Riverdale, “Chapter 32: Prisoners”. Leia por sua conta e risco.

Em Riverdale, a verdadeira moeda da cidade é segredos – e no episódio dessa semana, uma tonelada deles foram derramados, incluindo a verdadeira identidade do pai do bebê do colegial de Alice Alice (Madchen Amick) e a triste verdade sobre o menino alegando ser Chic Cooper (Hart Denton).

Chic não é a criança perdida e amorosa de Alice Cooper e F.P. Jones (Skeet Ulrich) como ele dizia ser, mas sim o ex-colega de quarto e possível assassino do filho de verdade (a.k.a. Charles Smith). Quando o EW ligou para Denton para fazer com que ele derramasse um pouco de xarope de bordo de Riverdale sobre seu grande episódio, ele revelou que ele tinha estado tão no escuro sobre o verdadeiro passado de Chic quanto o clã Cooper.

“Eu não sabia disso a longo prazo. Tudo foi mantido bem perto do peito pelo [criador] Roberto [Aguirre-Sacasa] e os escritores ”, disse Denton. “Eles queriam que eu ficasse num espaço de não saber nada sobre o que estava acontecendo, e eu descobri, essencialmente, quando o roteiro saiu.” Dito isso, Denton suspeitava que algo estava definitivamente terminado. “Eu poderia classificar algumas coisas juntos em episódios anteriores”, disse ele. “Eu mesmo comecei a pensar, hmm, algo está provavelmente um pouco fora daqui.”

E como isso é Riverdale, Denton e os fãs não devem ser rápidos demais para assumir que essa é a verdade absoluta sobre Chic. “Você nunca sabe com Riverdale”, ele advertiu. “Você não sabe o que vai acontecer.” Denton também falou seus pensamentos sobre a revelação do filho de FP, que cena o fez “borrifar” sangue, e o que pode estar à frente para o garoto que vimos pela última vez correndo na floresta em uma tentativa desesperada de salvar sua vida.

EW: Mesmo que você não seja o bebê em questão, o que você achou da revelação do FP? Você ficou animado em saber que ele era o pai verdadeiro?

Hart Denton: Eu fiquei. Eu amo Skeet; ele é incrível. Eu pude passar muito tempo com ele em Vancouver enquanto filmamos, mas eu não pude fazer muitas cenas com ele. Eu gostaria de poder ter muito mais cenas com ele porque ele é um ótimo ator. Eu esperei por esse enredo um pouco porque eu amo a dinâmica entre Alice e F.P. Eu acho que é especial. Vamos ver aonde eles vão na terceira temporada e outras coisas, mas eu estou pedindo mais cenas com o Skeet.

Quando as peças começam a se encaixar, Chic enfrenta um interrogatório intenso no porão dos Cooper nas mãos de Betty (Lili Reinhart) e Jughead (Cole Sprouse). Como foi filmar essas cenas?

Foi a melhor. Nós tivemos o melhor momento com isso. Nós nos divertimos muito. Eu amo tanto Lili e Cole, e eles são realmente uma alegria para trabalhar. Eles fazem cada cena tão divertida. Essa é uma cena muito intensa, mas nos intervalos estamos rindo e brincando e nos conhecendo. Nós não ensaiamos, realmente, nenhum dos combates. Cole e eu ficamos tipo: “Vamos apenas fazer, vamos.” Tudo parecia muito real e muito orgânico, e eu ouvi os atores falarem sobre como cenas como essas podem parecer meio naturais, mas me senti ótimo quando estávamos fazendo isso. Eles são tão maravilhosos.

Você acaba muito brutalizado, com um rosto muito sangrento. Como foi isso?

Havia muito sangue em minha boca que eu estava tendo que cuspir continuamente, e no começo eu estava tentando mirar nessa área para que pudéssemos manter a bagunça mínima para fins de limpeza. Então, quando começamos a gravar, eu comecei a borrifar em todos os lugares. Havia sangue por toda parte. Nós tivemos que mudar minha roupa algumas vezes. Foi tudo nas minhas calças.

Você diz a Betty e Alice que o filho pródigo teve uma overdose. Quão difícil é dizer a fala “Ele teve overdose de Jingle Jangle” com uma cara séria?

[Risos] Tem muita coisa que quem está contracenando ao meu lado, seja Lili ou Cole ou Mädchen ou quem quer que seja, que um sorriso está já era. Nós temos que dizer, “me desculpe, me desculpe, podemos recomeçar isso?” Acontece um pouco. Mas você diz a falaa tantas vezes com tomadas largas e ângulos diferentes que eventualmente chega a um ponto em que você já ouviu isso tantas vezes, que depois é tipo: “Ok, vamos.” Mas definitivamente as primeiras vezes , é como “O quê?” Especialmente quando eles estão sorrindo do outro lado. Eles não facilitam as coisas às vezes.

Você ficou chocado com o rumo dos acontecimentos, e que Betty poderia ser tão fria de coração a ponto de entregar Chic ao Black Hood?

Ela faz o que tem que fazer para proteger sua família, é claro. Essa é a maneira de Betty fazer as coisas em todos os momentos. Mas nós vemos o coração que ela tem. Ao longo do nosso relacionamento em Riverdale, tivemos muitos altos e baixos, mas ela tem um coração para mim que me manda embora, mas ela ainda me deixa escolher o meu próprio destino.

Muitos espectadores especulam que Chic poderia ser o Black Hood, mas vimos que ele estava sendo perseguido por ele, essa teoria está definitivamente descartada. A qualquer momento, você já pensou ou foi levado a acreditar que poderia ser o Black Hood?

Eu nunca pensei que eu fosse o Black Hood. Eu pensei que talvez eu tivesse algum tipo de associação ou afiliação a ele. Eu tinha perguntado a alguns dos escritores e a Roberto sobre isso, e eles nunca fizeram parecer que era algo que eu necessariamente fazia parte. Mas eu gostei disso. Eu gosto que eu não sou um cara bom, necessariamente, mas eu não sou o Black Hood. Então, há algum meio termo lá, onde há um pouco de espaço para a redenção.

Chic realmente se foi para sempre? O Black Hood o matou?

Acho que vamos ter que esperar para ver.

O que você diria aos espectadores que estão desapontados ou empolgados com a possibilidade de que isso seja o fim da Chic?

Apenas aguente firme com ele. É tão engraçado porque as pessoas vêm até mim na rua e dizem: “Por favor, me diga que alguma coisa vai ser boa com esse cara. Porque nós realmente gostamos de você, mas esse cara é um idiota, então, por favor, me diga que há algum tipo de redenção ou alguma coisa vindo.” E eu apenas tenho que dizer: “Aguente firme.” Tenha alguma esperança, tenha fé que algo vai acontecer, porque eu estou bem aí com você.

Quer ele tenha ou não ido embora, você acha que ainda há muito mais a aprender sobre Chic? Você ainda tem muitas perguntas não respondidas?

Absolutamente. Eu acho que há muito mais. Eu tenho mais perguntas agora depois desse episódio do que antes. Sim, recebemos muitas respostas neste episódio, mas também recebemos muitas outras perguntas. Eu quero saber tudo. Eu quero saber muito mais sobre ele. Ele solta pequenos pedaços dele – sobre estar perto de seu irmão e entrar em uma briga e eles não serem capazes de se dar bem e as coisas ficarem fora de controle e ele querer vir para esta família. Há muito. Estou prestes a ligar para o Roberto; Estou tentando fazer com que Chic tenha um spin-off. [Risos]

Fonte © Tradução/Adaptação: Riverdale Brasil – Não reproduza sem os créditos.

A segunda temporada de ‘Riverdale’ vai ao ar nas quartas-feiras às 21h40 na Warner Channel.

Fiquem ligados aqui no Riverdale Brasil e em nossas redes sociais no TwitterFacebookInstagram e no YouTube para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Riverdale.

Arquivado em:

Emilija Baranac fala sobre a sangrenta reviravolta e diz adeus a Midge Klump

O episódio musical de Riverdale sempre seria um grande evento. Quero dizer, Kevin Keller decide realizar uma produção no palco de Carrie: o Musical e escolhe o grupo mais disfuncional de amigos e amigos-inimigos como suas estrelas? Mas, alguns fãs da série de sucesso provavelmente anteciparam o final bombástico que o episódio entregou. Não, nós não descobrimos, de repente, que Archie é um ótimo cantor. O Black Hood – ou alguém se passando por ele – está de volta…

… e Midge Klump foi assassinada.

“Havia barulho sobre alguém ser assassinado, então eu falava: Ooh, me pergunto quem será,” diz Emilija Baranac, que interpreta a estudante de Riverdale High, para Teen Vogue sobre receber o roteiro para o musical pela primeira vez. Mas mesmo quando ela descobriu a verdade sobre o destino de Midge – ser pendurada em um dos adereços de palco do Sr. Andrews por facas – a realidade desse novo desenvolvimento não foi compreendida imediatamente. A cena é tão dramática e cheia de suspense, você pode culpa-la?

“Eu li a cena e, honestamente, eu falei, Uau, isso é bom,” ela lembra. “E então demorei um segundo para perceber, Espera, essa sou eu. Eu vou passar por isso. Definitivamente me pegou de surpresa. O jeito que eu vou embora é um ótimo jeito de ir.”

Para recapitular, caso você ainda esteja de boca aberta: Midge assumiu o papel de Carrie White quando a mãe de Cheryl Blossom a proibiu de interpretar o papel principal. Ainda assim, na noite de estreia da peça, as cortinas abrem e Alice Cooper (que interpreta a mãe puritana de Carrie), se vira para encontrar o corpo de Midge e uma nota do Black Hood, ostensivamente escrita com o sangue dela. Não é claro quem o fez – embora Ethel Muggs pareça muito astuta durante o episódio – mas o que fica claro é o, muito compreensível, terror da plateia. 

A cena é gráfica e foi feita 100% pela mágica da TV, obviamente, e Emilija diz que ela “se sentiu muito segura” enquanto fazia. “Eles me colocaram em arreios que me seguravam para cima, contra a parede,” ela explica. “Quando eles colocaram as facas presas nos arreios, foi um momento surreal, e então teve o sangue… No começo foi um pouco, Meu Deus, como que isso está acontecendo? O que é isso que está acontecendo?”

Se atuar uma cena de assassinato não foi assustadora por si só, Emilija diz que cantar no episódio foi. “Eu estava muito assustada quando descobri que íamos fazer um episódio musical, porque eu não tenho nada sobre teatro ou musicais no meu passado,” ela explica. “Eu fiz balé enquanto crescia, mas era um tipo de coreografia muito diferente. Mas muitos do elenco estavam no mesmo barco. Do tipo, Nós podemos fazer isso?” Ela dá créditos aos coreógrafos e a camaradagem do elenco pela ajuda em passar pelos ensaios e filmar, resultando no que ela chama de “uma experiência muito legal.” 

Ainda assim, não importa o quão boa foi a experiência, ainda havia os adeus para dar. “Todos estavam tristes ao ver o que aconteceu com Midge,” Emilija fala sobre as reações de seus colegas de elenco. “Eu sinto que Midge é uma personagem que a maioria das pessoas gosta. Eu esperava que Midge tivesse um arco maior, especialmente depois do episódio que Kevin, Moose e Midge têm aquela conversa estranha na lanchonete. Eu estava esperando que, talvez, Riverdale fosse explorar mais essa relação. É triste pela Midge, mas foi o que era certo para sua história.”

Embora fosse um personagem secundário, a presença de Midge foi forte durante a segunda temporada. Afinal de contas, ela estava no carro com Moose Mason quando o Black Hood estava em sua fúria; ele pareceu marca-los como um alvo por combinar os pecados de consumir jingle-jangle e estarem juntos na floresta tão tarde da noite. E porque Riverdale é nada se não confuso, Kevin encontra eles, o que foi uma circunstância estranha pela atração mutua entre os garotos – que tem sido uma linha de história subcorrente por quase toda a série. Kevin e Moose, se você não se lembra, encontraram o corpo de Jason Blossom no Rio Sweetwater quando iam nadar nus juntos. “Eu acho que Midge meio que sentiu que algo acontecia com Moose,” Emilija acrescenta.

“Mesmo quando ela estava pegando o jingle-jangle do Moose, era ela tentando se conectar com ele e fazer com que se aproximassem,” a atriz nota sobre o que era o casal menos volátil de Riverdale High, apesar do triângulo amoroso. “O amor dela por ele é tão profundo. Ela é a maior torcedora de Moose. Está sempre lá por ele.”

Ela poderia continuar presente pelo Moose, como um tipo de fantasma? Afinal, Trevor Stines interpretou Jason Blossom durante toda primeira temporada. “Eu espero que sim. Iria amar isso, amaria voltar,” Emilija diz. Ela dá créditos pela sua experiência ao elenco e a equipe que a fizeram sentir instantaneamente bem-vinda – assim como alguns momentos divertidos no set de filmagens.

“Eu realmente vou sentir falta da peruca!” ela exclama. Embora ela diga que “não reconhecia a pessoa que estava no espelho” quando ela colocou pela primeira vez o cabelo preto e curto da personagem, ela começou a ama-lo. “Foi muito divertido, na verdade; as pessoas se apresentavam duas vezes para mim no set de filmagens, quando eu tirava a peruca. Eles não me reconheciam.”

Claro, a morte de Midge irá, provavelmente, criar uma onda de novas teorias vindas dos fãs, como a maioria das linhas de história de Riverdale são capazes de fazer. Emilija diz que lê algumas das teorias que a marcam no Instagram e acrescenta, “Eu fico realmente impressionada. Há fãs muito fieis, e é animador que eles estejam tão imergidos no mundo de Riverdale. Faz com que o que estamos fazendo valha a pena. Se eles estão interessados, estamos fazendo nosso trabalho direito. Mas eles são muito bons com suas teorias.”

Incluindo a conta do Instagram @confessionsof_riverdale, que relembrou uma frase crucial de Kevin Keller no começo da temporada, que previu que a noite iria acontecer. “Eu tenho uma teoria sobre quem irá morrer no episódio musical,” eles escreveram. “No episódio 3, Kevin diz: Era completamente Carrie, Midge coberta no sangue de Moose, gritando como uma Banshee. Então acredito que Midge morre, porque ela é a atriz substituta para Carrie.”

🍬What do you think? — — 🍬my theory

Uma publicação compartilhada por Riverdale Confessions 😶 (@confessionsof_riverdale) em

Emilija apenas conseguiu dizer que “é possível que poderia ter sido prenunciado. Isso foi muito inteligente,” sobre os fãs que colocam as peças juntas no quebra-cabeça. “É muito impressionante.”

Fonte © Tradução/Adaptação: Riverdale Brasil – Não reproduza sem os créditos.

O episódio “Primary Colors” de ‘Riverdale’ vai ao ar hoje à noite às 21h40 na Warner Channel.

Fiquem ligados aqui no Riverdale Brasil e em nossas redes sociais no TwitterFacebookInstagram e no YouTube para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Riverdale.

Arquivado em:

O Black Hood está de volta e irritado

ALERTA DE SPOILER! Este post contém o enredo do episódio 18 “Chapter 31: A Night to Remember”.

Não há como Kevin prever o final do musical em assassinato, mas, novamente, é o que acontece quando o Black Hood retorna dos mortos.

Durante o episódio musical altamente antecipado de Riverdale, os estudantes do ensino médio – e Alice – se uniram para montar uma produção de Carrie: O Musical. Houve duetos. Houve sangue. E, na noite de abertura, houve um assassinato. Só que a última coisa não foi roteirizada.

No meio de uma cena, Alice se virou no palco para descobrir que Midge, que estava interpretando Carrie, havia sido morta. E havia uma mensagem ao lado de seu corpo: “Estou de volta dos mortos. Todos aqueles que escaparam de mim antes morrerão.” A mensagem, escrita em sangue, foi assinada por ninguém menos que o Black Hood. Isso significa que um serial killer está novamente à solta em Riverdale. “Os primeiros 9 episódios foram muito pesados e, na segunda metade da temporada, houve outras histórias que estiveram na vanguarda, mas o Black Hood tem estado borbulhando por baixo”, disse o showrunner Roberto Aguirre-Sacasa ao EW. “O Black Hood nos leva de volta aos últimos quatro episódios, onde a ameaça é imediata. Isso nos traz um círculo completo não apenas para o começo da 2ª temporada, mas realmente para a 1ª temporada.”

Quanto ao que vem a seguir, Aguirre-Sacasa diz: “O musical é de alto risco, mas para os quatro episódios depois, é como se seu pé estivesse no acelerador e as coisas estivessem acontecendo tão rápido. O Black Hood está de volta e com raiva.”

A segunda temporada de ‘Riverdale’ vai ao ar nas quartas-feiras às 21h40 na Warner Channel.

Fiquem ligados aqui no Riverdale Brasil e em nossas redes sociais no TwitterFacebookInstagram e no YouTube para ficar por dentro de tudo que rola no universo de Riverdale.

Arquivado em:
error: Caso queira algum dos nossos textos, envie um e-mail!