GALERIA: Screencaps do trailer exibido no Upfront

Atualizamos nossa galeria com capturas do trailer de “Riverdale” exibido no The CW Upfront em maio desse ano. Confira clicando nas miniaturas abaixo:

[cpg_albumrand:86,4]

RIVERDALE > 1ª TEMPORADA | SEASON ONE > SCREENCAPS > TRAILER #1 – UPFRONT

Arquivado em:

ENTREVISTA: Elenco fala sobre o mundo de Archie se tornar; “investigativo”

Parte da diversão da Comic-Con está em aprender sobre os novos shows estreando no outono – ou, como no caso de “Riverdale“, midseason. Próxima série da CW, baseado nos personagens icônicos dos quadrinhos Archie, não é exatamente o típica de Archie e sua gangue. É um olhar sarcástico em como surreal vida suburbana pode ser. Descrito como “Archie encontra Twin Peaks“, “Riverdale” centra-se em um mistério de assassinato e apresenta os personagens Archie fazendo algumas coisas que eles provavelmente nunca fazeram nos quadrinhos originais Archie

O elenco e produtor executivo estavam conosco na Comic-Con para nos contar sobre esta atualização investigativa dos quadrinhos:

Roberto Aguirre-Sacasa, produtor

YH: Como está o show?

RAS: Uma grande aventura!

YH: Por que esse material foi escolhido?

RAS: Eu amei Archie toda a minha vida. Eu sempre fui interessado em livros de quadrinhos, desde cedo comecei a ler Archie e eu nunca mais parei. Eu escrevo para os quadrinhos, e eu e uma equipe nós reunimos com o CEO e editor para dizer que queríamos fazer uma versão live-action dos quadrinhos. Eu trabalhei com um monte de grandes produtores ao longo dos anos – eu trabalhei com Ryan Murphy por três temporadas em “Glee“, e ele disse, se você quiser criar um programa de TV, é melhor você esteja obcecado com o que você está criando porque você pode estar trabalhando nele por 7-10 anos. Estes personagens são uma das minhas obsessões e uma das minhas paixões de infância.

YH: “Riverdale” tem sido descrito como “Archie encontra Twin Peaks” Por que você teve essa ideia de levar este material em uma direção tão diferente.?

RAS: Tivemos sucesso com Afterlife With Archie, que as pessoas responderam bem. Essa é uma versão sombria, quase uma versão de terror de Archie. E honestamente, o lugar onde desenvolvemos pela primeira vez foi a Fox, que colocar o selo deles este assunto. Quando Ryan [Murphy] fez “Glee“, ele colocou seu selo sobre ele, tornando-a um musical com um senso de humor. Eles queriam saber o que o selo era. Eu sempre amei mistério e filme de investigação, então eu pensei que se houvesse uma maneira que poderia ser aproveitado, então eu poderia realmente dizer que esta é uma nova versão que reflete tudo o que eu sou obcecado.

Elenco, K.J. Apa (Archie), Lili Reinhart (Betty), Camila Mendes (Veronica), Cole Sprouse (Jughead), Madelaine Petsch (Cheryl Blossom), Ashleigh Murray (Josie) e Luke Perry (Fred Andrews)

YH: Vocês podem nos contar um pouco sobre seus personagens?

MP: Eu faço Cheryl Blossom. Meu irmão morre no primeiro episódio, que é o arco da 1ª temporada. Eu faço a vilã principal do show. Ela desperta problemas por onde passa, ela é a chefe de torcida. É um papel muito divertido!

AM: Eu faço Josie McCoy, a vocalista principal de Josie and The Pussycats. A diferença entre a forma como eu imagino Josie e como ela é originalmente caracterizada e que nos quadrinhos têm um começo, meio e fim muito bonito; há sempre um final para cada história. Mesmo que Josie poderia vir com certas ideias, ela se esforça para realizar cada uma delas. Eu interpreto Josie de 2016 para ser mais clara sobre o que ela está fazendo. Ela tem uma visão muito clara de onde ela quer acabar. Ela se vê como a Beyoncé de Riverdale, e ela fará o que for preciso para tirar ela e as Pussycats fora desta cidade pequena. Que entra em questão quando Archie vai até ela, porque ele quer ajuda em sua música e eu lhe digo que não tenho espaço para ele. Isso cria um conflito. Sua beleza distrai algumas das minhas Pussycats, e eu tenho que disputar atenção. Outra coisa que iremos explorar é o que faz Josie tão difícil, e que a torna tão disciplinada. Ela tem muito mais camadas do que a original, e eu realmente estou gostando de fazer isso.

josiecheryl

LP: Eu faço o pai de Archie, Fred Andrews. Eu sou um trabalhador da construção civil. Nós somos os integrantes do colarinho azul em Riverdale. Archie quer alcançar mais – ele quer chegar a lugares e fazer coisas, enquanto eu estou muito feliz com onde eu estou. Eu gostaria que ele ficasse no ramo da construção comigo, mas eu não acho que isso é o que está em sua mente. Nos romances dos quadrinhos originais, Archie viveu com uma família feliz – ele tinha uma mãe e um pai. Isso não é o caso aqui. É só ele e seu pai, sua mãe se foi. Eu gosto do guarda-roupa do Fred. Eu passo a usar jeans o tempo todo. Eu me visto como eu me visto! Eu não gosto daqueles personagens em que seu cabelo tem que ser perfeito e você tem que usar um terno. [risos]

luke(2)

CS: Eu faço Jughead. Eu realmente uso uma coroa – na verdade é um gorro que é pontada como uma coroa. Ele não vai estar comendo sete cheeseburgers em pirâmide na tela. Mas há sempre algo ligado a isso. Ele está quase sempre comendo alguma coisa, ou os restos de um prato terminado na frente dele. Ele tem essa coroa/gorro. É uma homenagem ao personagem original sem ter algo sobre sua cabeça de uma maneira irritante. Jughead ainda é sarcástico, observador, sardônico. Ele ainda é egoísta até certo ponto. Eu ainda estou um pouco triste por não ter tido a chance de os sete cheeseburgers, já que comida de graça é comida grátis.

cole2(1)

YH: A rivalidade entre Betty/Veronica continua em Riverdale?

CM: No piloto, Veronica é a novata. Ela realmente não sabe sobre Betty ou Archie, então ela está começando a conhecê-los. Enquanto de imediato ela tem uma queda pelo Archie, ela e Betty estão realmente se tornando grandes amigas, e eu acho que é onde o triângulo amoroso começa.

LR: O piloto estabelece as bases para um triângulo amoroso, mas no nosso show, é importante que a amizade supere qualquer rivalidade. Nos quadrinhos, elas estão batendo de frente o tempo todo e há essa grande rivalidade. Nosso show não é assim. Nós não queremos que essas meninas estejam lutando o tempo todo, especialmente sobre um cara.

CM: A amizade entre mulheres é diferente agora.

LR: Nós não precisamos mostrar mulheres brigando uma com a outra ou obsessão sobre um homem. No final do dia, elas são amigas, e elas não precisam deixar um cara ficar no caminho disso.

YH: Qual foi sua reação depois de ler pela primeira vez o pilot de Riverdale?

MP: Quando eu li, eu estava lendo já sabendo que seria Cheryl. Tentei lê-lo a partir de sua perspectiva. Eu a amei desde o momento em que li sobre. Eu sabia que eu tinha que estar nisso. Achei tão divertido e criativo. É tão diferente do que você normalmente começa, quando você começa um script. Você normalmente lê e pensa: “Ah, é isso. Certo”, mas com este, pensei, “Eu tenho que estar neste!” Eu sinto que todos nós sentimos dessa forma.

AM: Eu passei muito tempo com o nariz aprofundado nos quadrinhos. Eu sempre me perguntei como seria se Archie e sua turma estivessem aqui conosco agora. Observando esta história se desdobrar e ser capaz de imaginar todos esses personagens que eu cresci lendo, viver neste mundo que conhecemos, eu só queria saber o que iria acontecer. Eu não podia esperar para ver o que estava acontecendo e o desenvolvimento dessas pessoas que tenho conhecido e amado por tantos anos. É como quando você ler uma história em quadrinhos e você imagina-o como um filme em sua cabeça, é como ver esse salto à direita da página – você não consegue se conter, e quer ver o que acontece em seguida.

CS: Eu gostei. Eu desfrutei do conteúdo que foi me dado. É um desafio. A audição foi dois, três páginas de narração de Jughead, que foi um desafio, mas legal e diferente para mim. Tem também essa pegada de investigação, e eu sou um grande fã do gênero, e eu queria tentar a minha sorte com ele. Eu realmente gostei do personagem de Jughead. Foi interessante e divertido.

YH: Então, KJ, como é fazer um personagem tão icônico?

KJA: Foi estressante no início, vir da Nova Zelândia e interpretar uma personagem tão All-American. Foi difícil para mim, porque eu estava com medo que os fãs agressivos ficassem com raiva que um não-americano o fizesse este personagem, mas não está sendo nenhum problema.

kjcole

YH: Ashleigh, como o som da Josie é diferente? Como é mais moderno?

AM: Nós estamos brincando com esse estilo. Ela tem um pouco de Kesha-meets-Taylor-meets-Demi. Estamos ainda tentando desvendar. É muito moderno e original. Tem uma dança agradável para se sentir. Josie and The Pussycats gostariam de ser a última coisa que as pessoas iriam lembrar no final da noite. Você está cansado, você está pronto para ir para casa, mas depois que uma música acende e você está pronto para mais uma dança. É animada e rockish.

YH: Por que você acha que Archie é relevante em 2016?

LP: Ele é Todo Criança. Ele é Todo Adolescente. E mesmo que a América esteja um lugar drasticamente diferente de quando Archie foi feita, essa dinâmica não vai embora. Se você é um adolescente e você não sabe o que fazer e há uma série de decisões que você precisa fazer, não vai ser um monte de drama. Hoje, as crianças têm muito mais a aprender sobre que quando Archie foi originalmente concebida.

CS: O elenco Archie é como uma espécie de trupe de teatro. Entra em muitos universos diferentes. É gerido para permanecer relevante porque ele está fazendo coisas legais e interessantes com o elenco de personagens. É também uma propriedade em quadrinhos que não é super-heróis. Tem sido sempre um elenco fundamentalmente adolescente. Estamos acertando uma versão deste (com a nossa trupe de teatro), onde estamos a tratando como uma falta de dramas adolescentes na televisão, e estamos fazendo isso de uma maneira de filme investigativo. É muito parecido com o filme, Brick. Eu acho que conseguiu manter-se relevante porque as pessoas ainda encontram semelhanças com o elenco e personagens de Archie. Se zumbis pudessem vir para Riverdale, eu não acho que isso vai ser muito longe da linha.

KJA: É tão memorável. Lembro-me quando li essas histórias em quadrinhos antes de começar a filmar, eu lembro de ter pensado: “Eu gostaria de estar neste mundo.” Tudo tem um jeito diferente. Ser o Archie é muito diferente.

Riverdale tem estreia prevista para janeiro de 2017, pelo canal americano, CW. Continue acompanhando o Riverdale Brasil para todas as novidades!

Fonte – © Tradução/Adaptação: Riverdale Brasil – Não reproduza sem os créditos.

Arquivado em:

5 razões para estarmos animados para Riverdale

O novo Archie que não sabíamos que queríamos! Nesse ano na San Diego Comic-Con, a The CW nos deu a chance de assistir o piloto de Riverdale. Riverdale é uma série de TV que irá adaptar a série de quadrinhos Archie – a qual muitos cresceram amando. Quando Archie a mais conhecido por seu drama otimista e triângulo amorosos, Riverdale explora uma versão mais misteriosa. Eu não experava amar tanto quanto eu amei. Aqui estão cinco razões do porque você deveria ficar animado por Riverdale também!

Veronica/Betty

Se você é um fã dos quadrinhos originais, então a rivalidade entre Veronica e Betty não é estranha para você. Elas são, múltiplas vezes, colocadas uma contra a outra e expostas a várias brigas – cheias de esteriótipos – pelo amor de Archie. Já se diferenciando nessa questão, o piloto de Riverdale oferece um relacionamento muito mais dinâmico entre as duas. Quando eu conversei com Lili Reinhart e Camila Mendes, as duas falaram que nós vamos, inevitávelmente (isso é a The CW, apesar de tudo), ver as duas tendo suas alterações pelo jogador/músico ruivo, o seu relacionamento é muito mais do que brigar por um garoto. Nos dias de hoje, eu tenho certeza que a premissa original não iria agradar a audiência, então isso foi uma escolha sábia feita pelos criadores da série.

Elenco construído de “caras novas”

O elenco é quase inteiro feito por novatos em Hollywood (tirando Cole Sprouse e Luke Perry), e eles arrasam! Antes disso, Camila Mendes tinhas apenas um crédito de estudante de filmes, K.J. Apa estava em novelas da Nova Zelândia (sim, ele tem sotaque na vida real!), Madelaine Petsch e Ashleigh Murray são divertidas de assistir, e o nível de novos talentos é espantoso. Claro, no topo de tudo isso, eles são todos lindos. A rede The CW nunca falha em nos entregar isso. É sempre bom assistir novos atores crescendo para o sucesso por causa do seu talento e eu mal posso esperar para assistir eles fazerem isso com essa série!

Vão resolver o misterioso assassinato no final da temporada

Parece que as séries de hoje estão se tornando conhecidas por arrastar o seu mistério principal por temporadas e temporadas (estou falando de você Pretty Little Liars). Riverdale prometeu que terão seu misterioso assassinato resolvido no final da PRIMEIRA temporada.

Amizade entre Jughead/Archie

Eu estou especialmente animado para esse bromance! Depois de falar com Cole Sprouse no salão de imprensa e ver os dois interagindo um com o outro na vida real, é visível que eles realmente gostam um do outro! K.J. e Cole se tornaram amigos próximos na vida real e vai ser muito legal ver esse relacionamento ser refletido no Jughead e Archie durante a temporada.

Garotas Comandam

Como eu mencionei antes, esse elenco é de arrasar, mas não é nem preciso dizer que as garotas se destacam. Eu acho que o maior desafio foi para elas: fazer as personagens originais serem mais do que eram nos quadrinhos. As garotas, até agora ao menos, fizeram sua marca como fortes personagens femininas com uma mente própria.

Riverdale tem estreia prevista para janeiro de 2017, pelo canal americano, CW. Continue acompanhando o Riverdale Brasil para todas as novidades!

Fonte – © Tradução/Adaptação: Riverdale Brasil – Não reproduza sem os créditos.

Arquivado em:

REVIEW: Piloto de Riverdale na Comic-Con

ATENÇÃO! Esse artigo contém spoilers do episódio piloto “Chapter One: The River’s Edge”!

Na noite passada, eu vi o piloto de Riverdale, estreando na The CW no ano que vem, que tem como produtor executivo o Chefe Criador dos quadrinhos Archie, Roberto Aguirre-Sacasa, e eu me apaixonei totalmente.

Claro que, “renovação escura e enérgica de Archie” soa como uma piada, mas não há como negar o apelo de Riverdale por uma certa mentalidade: a série foi descrita para mim como: “Dawson’s Creek encontra Twin Peaks,” e essa são, sem questionar, minhas duas séries favoritas de todos os tempos, então, Riverdale está especificamente na minha área.

As influências de Twin Peak são atraentes: no estilo, cor, tom, partitura, até mesmo o enredo. O enredo de Riverdale me traz à mente o primeiro episódio de Twin Peaks com grande clareza. Riverdale é uma pequena, elegante comunidade, com marcos atraentes: o teatro The Bijou, a loja de quadrinhos MLJ (uma referência as revistas MLJ, a companhia que fundou os quadrinhos Archie), Pop Tate’s Chok’lit Shoppe, um restaurante retro criado direto das páginas dos quadrinhos. Tudo parece atmosférico e sedutor; as cores são azuis e cinzas intercaladas com cores vibrantes. E, de uma maneira deliberadamente retrospectiva de Twin Peaks, um cadáver aparece do rio para a terra na primeira hora da série.

Sim, a primeira temporada de Riverdale será um misterioso assassinato – quem matou Jason Blossom, o irmão gêmeo da Menina Malvada Queen B Cheryl Blossom? Numa sequência de tirar o folêgo depois da abertura do episódio, ele e Cheryl pegam uma canoa para andar no rio, mas apenas Cheryl volta. As partes arrepiantes de Riverdale são realmente arrepiantes, e quando nós vemos o cadáver de Jason nos momentos finais antes dos créditos, é uma revelação cheia de nós. Há muito mistério cercando os Blossoms, mas a maior parte dos personagens adultos estão aninhados em intrigas, assim como: a atriz de Twin Peaks Mädchen Amick interpreta a mãe de Betty, Alice – que tem uma profunda repugnância pelos irmãos Blossom. Luke Perry é o pai de Archie, Fred, teve um passado romântico com a mãe de Veronica, Hermione (Marisol Nichols).

Então, há ares de Twin Peaks, mas onde está o Dawson’s Creek (ou, chegando ao ponto, o Archie)? As coisas do ensino médio são ótimas. K.J. Apa é um encanto como Archie, depois de passar o verão levantando sacos de concreto para o negócio do seu pai. Ele está dividido entre Betty e Veronica, como deve-se esperar, mas o triângulo amoroso é modernizado com uma distinção importante: Veronica, nova na cidade e recentemente rebaixado do seu próprio status de Queen B pela prisão de seu pai rico, está tentando começar uma nova página, e ela começa se tornando amiga da doce e tímida Betty. Betty está desesperadamente apaixonada por Archie, embora Archie apenas a veja como amiga. Veronica está claramente atraida por Archie, o qual não consegue tirar seus olhos dela, mas Veronica está tentando, ao menos, ser uma boa amiga para Betty. Ambas Camila Mendes, que interpreta Veronica, e Lili Reinhart, que interpreta Betty, foram escolhidas perfeitamente para os papéis e maravilhosamente atraentes na tela. Eu realmente gostei das duas garotas, juntas e separadas. Nós também temos um personagem das novas revistas, Kevin Keller, que é o primeiro personagem abertamente gay no universo Archie. Ele é o melhor amigo de Betty, interpretado por Casey Cott, um pouco de petulância, elegantemente clichê, mas extremamante gostável.

E sobre o meu personagem favorito, o senhor Jughead Jones? Cole Sprouse é ouvido, mas não é visto muito nesse piloto, como sendo o narrador temperamental da série, uma espécie de solitário. Passando da metade do episódio, Archie encontra com Jughead no Pop Tate’s, e nós aprendemos que eles costumavam ser amigos até que uma ofensa desconhecida de Archie separou os dois. Há uma referência da coroa onipresente de Jughead em um gorro, que fica meio que dobrado em pontos, e eu sei que isso vai deixar vocês loucos, mas eu meio que gostei. Jughead é obcecado com o mistério cercando Jason Blossom – nós vemos eles tomando notas sentado sozinho no restaurante.

Meus outros personagens favoritos são introduzidos por Ashleigh Murray, Hayleau e Asha Bromfield como Josie and The Pussycats. Murray é tão, tão boa como Josie, profissional, com a intenção de construir e fazer crescer a marca de sua banda. Elas são legais, e suaves, e nós podemos ver duas performances durante o piloto, o que deveria fazer os espectadores muito felizes. Como uma amante de “TV inútil adolescente” (e um legítimo fã, desde criança, dos quadrinhos Archie!), eu amei.

Há muito sexo nesse mundo novo, material que, sem dúvida, é o que irá ganhar maior controvérsia, ira ou despreso do que qualquer outra coisa na série. A senhorita Grundy (Sarah Habel) é uma sedutora e jovem professora, e ela e Archie estão, ambos, tentando seguir em frente de um caso mal terminado durante o verão. Betty e Veronica se beijam em uma cena, que meio que faz sentido para o enredo, Moose (Cody Kearsley) está no armário mas recebe atenção de Kevin Keller. Betty e Archie são, ambos, introduzidos em cenas sem camisa; Betty tem problemas com Adderall*. As pessoas ficarão incomodadas. Como um amante de “TV inútil adolescente” (e um legítimo fã, desde criança, dos quadrinhos Archie!), eu amei.

Eu amei cada parte desse piloto: o Twin Peaks, o Dawson’s Creek, o Archie. É uma maravilhosa, colorida, interessante, sexy, assustadora série nova, e é uma pena que nós todos temos que esperar até 2017 para ver mais.

*Adderall é um medicamento que é usado para tratar o TDAH (transtorno do déficit de atenção e hiperatividade) em crianças e adultos. Essa droga é um estimulante do sistema nervoso central e é conhecida por melhorar a atenção, organização e desempenho em pessoas que têm problemas crônicos para manter o foco.


Riverdale tem estreia prevista para janeiro de 2017, pelo canal americano, CW. Continue acompanhando o Riverdale Brasil para todas as novidades!

Fonte – © Tradução/Adaptação: Riverdale Brasil – Não reproduza sem os créditos.

Arquivado em:

SPOILER: KJ fala sobre romances de Archie em Riverdale

Archie Andrews tem muito mais a mente do que Betty e Veronica em Riverdale, nova série da CW com o conhecido personagem de cabeça vermelha de quadrinhos.

Algumas coisas não mudam como o Archie (KJ Apa) ainda não conseguir decidir entre os seus dois interesses amorosos. Mas um mistério em torno da morte de um adolescente local oferece uma versão ao estilo Twin Peaks para Riverdale, que apresenta um elenco jovem atraente – imaginem Archie com abdomen definido e uma professora sexy, de 20 e poucos Ms. Grundy – que teria feito CW deixar a WB orgulhosa.

“O show vai ser muito mais sombrio do que você espera, (mas) ainda bastante bem-humorado,” Apa disse ao USA TODAY. “Está se aprofundando nas vidas desses personagens.”

A adaptação para TV ecoa nas histórias em quadrinhos, onde personagens atualizados, além das tradicionais, dão a franquia de 75-anos-de-idade um toque contemporâneo. Os produtores executivos incluem Roberto Aguirre-Sacasa, diretor criativo da Archie Comics, e Greg Berlanti, que tem tido um sucesso considerável trazendo personagens de quadrinhos para TV (Da CW, Arrow, The Flash, Supergirl, Legends of Tomorrow).

Fã de longa data de Archie, Aguirre-Sacasa diz que Riverdale permanece fiel ao Archie Comics, com personagens e lugares familiares, incluindo a Pop Tate’s Chocklit Shoppe. Mas uma corrente surreal também atravessa a pequena cidade, e a morte do estudante de Riverdale High, Jason Blossom, revela fissuras ao redor.

“Eu acho que é um romance meio inadequado que está acontecendo lá”, diz Apa. Archie tem uma “paixão pela música, em que ele precisava de aulas dela para treinar seu talento e isso acaba se transformando em algo um pouco mais do que estava ele esperando.”

A série conta com outros personagens de quadrinhos familiares com alguma complexidade, incluindo Jughead (Cole Sprouse), Kevin Keller e Moose. Três adolescentes afro-americanas compõem Josie (Ashleigh Murray) e as Pussycats e uma personagem menor nos quadrinhos, Cheryl Blossom (Madelaine Petsch), torna-se uma inimiga em potencial já que é a irmã do falecido Jason Blossom.

No lado dos pais, Luke Perry, que sabe algo sobre drama teen de seu tempo em Beverly Hills, 90210, interpreta o pai de Archie, Fred; Twin PeaksMädchen Amick interpreta a mãe de Betty, Alice; e de “24” Marisol Nichols interpreta a mãe de Veronica, Hermione.

Ao final da temporada, os produtores prometem que o mistério da morte será resolvido e Apa dar a entender que os espectadores podem receber uma resposta a uma velha questão. “Archie, possivelmente, vai fazer sua mente entre (Betty e Veronica). Mas quem sabe quanto tempo isso vai durar?” ele diz. “Ele é muito indeciso com a maioria das coisas.”

Riverdale tem estreia prevista para janeiro de 2017, pelo canal americano, CW. Continue acompanhando o Riverdale Brasil para todas as novidades!

Fonte – © Tradução/Adaptação: Riverdale Brasil – Não reproduza sem os créditos.

Arquivado em:

Elenco de Riverdale e produtor executivo falam sobre trazer essa versão de ‘Archie’ para a era moderna

Muitas tentativas de trazer uma versão sustentável de Archie para o cinema e TV foram feitas desde que os quadrinhos estrearam nos anos 1940. The CW está tendo uma chance agora, trazendo uma versão moderna e recortada do mundo com Riverdale, que irá explorar o universo Archie de um jeito sombrio e cheio de mistério com drama adolescente.
O elenco e  produtor executivo Roberto Aguirre-Sacasa discutem sobre o entusiasmo para misturar o clássico Archie com a sua nova interpretação e o que esperar a desta versão de Riverdale.

  • Aguirre-Sacasa compartilha que Riverdale  não foi realmente inspirado na recente versão da Archie Comics. O projeto tinha sido criado pela Fox antes da nova versão ser anunciada, e desde então foi excluída e adotada pela CW. Ele disse que eles ainda têm muitas histórias e falas dos quadrinhos, e que existe a possibilidade de fazer durante a primeira temporada.
  • O elenco e Aguirre-Sacasa estão bastante conscientes da necessidade de Riverdale ser ressonante para um público moderno e que alguns dos ideais dos quadrinhos não são aplicáveis ao show. A história vai ter um formato de série mais neo-noir que gira em torno de assassinato em Riverdale, que traz bastante ação para série.
  • Enquanto várias relações entre os persogens terão a mesma essência dos quadrinhos, não espere para ver muito conflito entre Betty vs. Veronica. Reinhart disse que Betty ainda é muito uma meninha americana com muita pressão sobre ela, mas uma amizade é construída entre Mendes ‘Veronica e sua personagem’. Veronica entra na história como uma novata misteriosa, que Mendes diz que permitirá criar um novo começo para a personagem que está iniciando novamente numa cidade e escola novas.
  • Apa e Sprouse estavam muito animados para a explorar a nova relação entre Archie e Jughead. Apesar de terem uma relação um pouco controversa no show, os dois atores disseram que se dão muito bem fora do set. Apa disse que sua cena favorita do piloto é a cena de introdução de Archie e Jughead.
  • Petsch e Murray também estão animadas para trazer seu clássicos personagens a vida,  Cheryl Blossom e Josie, respectivamente. Petsch disse que o que a atradiu de imediato para o projeto foi a natureza malvada de Cheryl, mas ela explicou que as vulnerabilidades e rachaduras em sua fachada vão começar a aparecer durante a temporada. Murray adorou a nova versão que eles estão fazendo em Josie e The Pussycats, incluindo um penteado louco ainda a ser divulgado por ela e pelo grupo.
  • Josie e the Pussycats irão realmente performar na série. Murray disse que eles cantam uma música cover no piloto, mas há planos de fazer músicas originais e esperam lançar um álbum com músicas originais uma vez que a primeira temporada acabar.
  • Perry foi mais um deslumbre com o calibre de jovens atores que ele estava trabalhando no piloto. Embora seja uma mistura de atores jovens já experientes e novatos, ele disse que foi um verdadeiro prazer para ele ver o talento dos mais jovens brilhar.
  • O show é realmente focado em desenvolver algo em conjunto, não focando apenas nas façanhas de Archie. Sprouse compartilhou que muitos personagens secundários clássicos estarão fazendo aparições nesta nova adaptação, permitindo uma evolução além daquilo que o público está acostumado a ver em Archie.
  • A mudança de algo mais leve dos quadrinhos para algo mais pesado do show é para dar uma sensação mais fundamentada na história. Aguirre-Sacasa não queria que o show fosse visto como um desenho animado que fãs do Archie estão acostumados. Reinhart gosta do caminho mais escuro que o show toma porque não vai ser apenas uma imitação, mas ao invés disso irá criar uma atmosfera moderna e realista para os personagens. Sprouse comentou que a vibe de Rian Johnson foi uma enorme inspiração para a sensação e o tom do show.
  • Muitos do elenco não tinham nenhuma ligação direta com o universo de Archie até eles fazerem os testes. Apa disse que chamou seu pai, um grande fã Archie, logo antes de sua audição para que ele pudesse ter mais conhecimento sobre o personagem e seu mundo. A única fã de longa data do elenco jovem foi Murray, que estava tão emocionada que poderia passar seu amor pelos quadrinhos e traduzi-los para versão moderna.

Riverdale tem estreia prevista para janeiro de 2017, pelo canal americano, CW. Continue acompanhando o Riverdale Brasil para todas as novidades!

Fonte – © Tradução/Adaptação: Riverdale Brasil – Não reproduza sem os créditos.

Arquivado em:
error: Caso queira algum dos nossos textos, envie um e-mail!